Imprimir Imprimir

Valor 05: Espírito Voluntário

Quando fomos chamados por Cristo, fomos chamados para o seu serviço. A base da obra e missão realizada pela ICBU está no trabalho voluntário. Num sistema de castas os leigos fornecem recursos financeiros para o clero exercer apropriadamente as funções eclesiásticas. A ICBU não adota este modelo. Trabalhamos conforme o modelo que Cristo adotou em seu ministério: o trabalho voluntário realizado por todos.

Cristo é o melhor exemplo do espírito que deve possuir um trabalhador voluntário. Ele não buscou compensação financeira por seu trabalho, nem mesmo trabalhou em troca de benefícios materiais de qualquer espécie:

“As raposas têm covis, e as aves do céu têm ninhos; mas o Filho do homem não tem onde reclinar a cabeça” – Mateus 8:20.

A motivação de Cristo não estava nos bens materiais, mas no amor e na satisfação em ver almas salvas em decorrência do seu trabalho.

“Ele verá o fruto do trabalho da sua alma, e ficará satisfeito.” – Isaías 53:11.

Infelizmente vivemos num mundo em que praticamente todos os setores da sociedade foram contaminados com a obsessão pelo lucro material. Assim como na época de Cristo, templos de várias denominações estão repletos de vendilhões e cambistas que buscam lucros às custas de um povo humilde e sincero. O trabalho voluntário e desinteressado realizado pelos membros da ICBU será uma constante reprovação ao sistema religioso capitalista em vigor na grande maioria das denominações cristãs.

O espírito voluntário de um membro da ICBU não é demonstrado apenas através do trabalho voluntário. Tal espírito é também demonstrado através das ofertas trazidas para a obra de Deus. Cristo demonstrou que o valor doado não é mais importante do que o espírito com que a doação é feita: A viúva que ofertou apenas duas moedinhas deu mais do que todos os ricos (Lucas 21:1-3). Isto mostra que o espírito voluntário demonstrado pela viúva teve mais valor aos olhos de Deus do que as volumosas ofertas dos ricos.

O cristão não deve doar por obrigação, por desejo de receber bênçãos materiais ou por medo de perdê-las caso não doe. Qualquer doação na ICBU deve ser integralmente voluntária. Embora os líderes devam relembrar os membros da importância e privilégio de participar do sustento da obra, ninguém em nenhum momento deve ser constrangido a participar desta parte da adoração.