Início - Perguntas Frequentes - Contato

Início Oração Louvores Palestras A Igreja Devocional Documentos Fotos Cartas

 

 

Testemunho da Irmã Fabiana de Oliveira Silva

 

Uma das primeiras perguntas que as pessoas nos fazem após saberem que saímos da IASD é esta: Vocês tiveram algum problema com algum membro da igreja e por isto decidiram sair? Não. Não tivemos nenhum problema com nenhum membro, muito pelo contrário, se este realmente fosse o problema talvez estaríamos lá até hoje. Tivemos problema com as doutrinas. Nunca imaginamos que isto iria acontecer pois estávamos casados com a IASD e esta união seria para sempre nunca imaginamos que um dia sairíamos. Eu, Fabiana, era membro desde de 1998, ou seja, há quase 10 anos. Meu esposo, Agnaldo, praticamente foi criado na igreja (24 anos) e foi ele quem incentivou seus pais a irem para a igreja. Nossa filha Jennifer nasceu na igreja. 

Como missionários natos, não víamos a hora de chegar o sábado a tarde para visitarmos as pessoas e falar do amor de Jesus. E assim era a cada sábado. Era ótimo. Tínhamos muitos amigos e nas nossas saídas fazíamos sempre novos amigos e muitos aceitavam estudos bíblicos e muitas vezes não tínhamos mais condições de administrá-los por causa do pouco tempo que tínhamos. Com o passar dos dias fomos vendo que somente os sábados a tarde seria pouco para evangelizar as tantas pessoas. Então meu esposo decidiu retornar para a colportagem para ter mais tempo para o trabalho missionário e agora não seria só aos sábados a tarde mas durante os sete dias da semana. E assim ele fez. Deixou sua antiga profissão (pedreiro) e começou a se preparar espiritualmente para reingressar na colportagem. 

Todos os dias se levantava cedinho e ia estudar a Bíblia e orar. Num destes dias resolveu fazer algumas pesquisas na internet e ao ligar o computador e navegar em alguns sites encontrou o site dos Bereanos em especial um que falava sobre a divindade. Ao ler viu que não existia trindade (3 pessoas) assim como aprendemos, mas sim que existiam apenas duas pessoas: O Pai e o Filho, Jesus Cristo. Ele ficou contrariado mas se lembrou de um sermão do pastor a alguns dias antes que a internet tem sido usado pelo inimigo para enganar as pessoas. Os dias foram se passando e as noites se tornaram difíceis. Meu esposo Agnaldo não conseguia mais dormir. Embora quisesse esquecer o que ele havia lido no site não conseguia. Foi então que decidiu estudar sobre o assunto na Bíblia sem auxilio da Internete. Ao ler aprofundadamente textps referentes ao Pai e ao Filho pôde concluir claramente que realmente não existe Trindade. Mas agora quem seria o espírito santo se não era uma terceira pessoa? Para chegar a uma conclusão mais clara estudava a Bíblia junto com o espírito de profecia e alguns momentos achava que o espírito santo era a bíblia, que eram os anjos, ou próprio Jesus, mas não encontrava uma definição clara. Então resolveu pedir minha ajuda para definir a questão.

 

Para mim ele estava ficando louco de tanto estudar a Bíblia. Eu dizia para ele parar com isso, pois ele só tinha tempo para isto e deixava as outras coisas de lado. Eu brigava muito com ele principalmente a noite quando eu ia dormir ele ficava até altas horas pesquisando. Vi que sozinha eu não ia conseguir então pedi oração para algumas pessoas em particular em quem eu confiava muito. Duas destas pessoas num sábado a noite nos chamou para uma conversa. As duas pessoas vieram preparadas para mostrar que a Trindade existia e que meu esposo estava errado. Um deles estava com a Bíblia e o outro com um livro do espírito de profecia (Evangelismo). Ambos tentaram de um lado e de outro mas não conseguiram provar nada. Mas o conhecimento que o Agnaldo havia adquirido ainda não era o bastante para deixa-los convencidos. A conversa que já estava virando discussão encerrou e um dos irmãos foram embora, mas o outro ficou orando conosco. Todos estavam contra o Agnaldo inclusive eu. Então em meio a confusão de sua mente ele voltou atrás e disse estar errado e rejeitou o conhecimento que ele havia adquirido e voltou a acreditar na Trindade. Após isto suas atitudes passaram a ser estranhas como se ele não tivesse domínio de si. Ele não era a mesma pessoa. Aquela noite não foi diferente das outras. Algo ou alguém o incomodava e uma vozinha lá no fundo lhe perguntava "Por que você me negou?" Ele quase não dormiu e ao amanhecer o dia o Agnaldo veio desabafar comigo, mas eu nem quis ouvir pois temia o que estava acontecendo e orava muito por ele. 

 

Numa quinta-feira sai para dar estudos e deixei o em casa estudando o assunto. Muito angustiado ele pedia que Deus o ajudasse se ele estavesse certo que ele lhe mostrasse. Ao terminar a oração o telefone tocou. Era a Priscila que dizia que Deus lhe impulsionara a ligar para ele pois ele tinha algo para lhe ensinar. Ele disse a ela que talvez esta era uma resposta de Deus e mais do que depressa combinaram de se encontrar e no decorrer da conversa viram que realmente era uma resposta de Deus para ela de alguns sonhos que ela tinha tido e para ele também . 

 

Os dias foram passando e meu coração continuava endurecido eu não queria aceitar que durante anos fui enganada. Então coloquei Deus a prova. Numa 4ª feira fui a igreja e conversei muito com Deus e pedi para ele me ajudar e ao abrir a Bíblia em Apocalipse capitulo 1 vi que quem estava revelando a visão a João era Jesus e ao final a igreja deveria ouvir o que o espírito dizia a elas. Realmente o espírito santo não era uma terceira pessoa. Ao chegar em casa contei a ele o que tinha acontecido e resolvi estudar com ele para juntos descobrirmos quem era afinal o espírito santo. Ao estudarmos nossa base era a Bíblia e o espírito de profecia e alguns sites como arquivo x, pois não confiávamos em nenhum outro. Ao analisarmos certos pontos vimos que Ellen White não cria numa trindade, ou pelo menos achamos que não, mas quem era a terceira pessoa escrito nos seus livros? Deduzimos que este texto estava adulterado e com base nisto concluímos que o espírito santo estava se referindo a Jesus e ao Pai. 

 

A partir dai começamos a evangelizar alguns irmãos. Fizemos inclusive uma apostila de mais ou menos 70 páginas falando acerca do espírito santo, tentando voltar aquele que achávamos que era o principio de nossa fé. Muitos aceitaram até o dia em que recebemos a visita do pastor em nossa casa e fomos proibidos de falar do assunto e fomos tidos como perturbadores. Mesmo tendo prometido que não falaríamos nada, era impossível ficarmos calados.

 

Continuando nossas pesquisas agora nos restava saber se a IASD era mesmo a igreja de Deus. Escrevi um e-mail para o site A Verdade Acima de Tudo com esta pergunta e fiquei surpresa com resposta. Não é, nunca foi e nunca será. O irmão Adilson nos jogou um balde de água fria. Estudamos para ver se esta resposta condizia com a verdade e de fato não era. Por isso não tínhamos nenhum motivo de continuar lá. Estávamos proibidos de falar. Aqueles que eram nossos amigos agora eram nossos piores inimigos. Eu havia sido substituída do cargo sem ser informada. Enfim, não nos sentíamos mais bem indo à igreja. Então decidimos sair. Escrevi 5 cartas dirigidas aos 5 anciões pedindo nossa remoção que não foi feita até hoje. No dia em tomamos esta decisão recebi um telefonema de uma pessoa ( não posso dizer o nome para segurança dela ). Ela me disse que estávamos certo a IASD estava apostada e Deus não esta mais na direção dela, mas não deveríamos tentar reaviva-la , pois éramos 2 contra uma multidão e neste momento a melhor decisão seria sair antes que fossemos expulsos o que nos causaria um grande trauma. Aquelas palavras não me surpreenderam, pois já estávamos decididos e esta era uma resposta clara de Deus.

 

Mas e agora? Onde iremos frequentar? Confiei em Deus e mandei mais um e-mail para a V.A.D.T, que nos colocou em contato com o irmão Ricardo Nicotra. Através dele conhecemos a Eliana e o irmão Hélinho que prontamente vieram nos buscar para irmos a igreja com eles. Logo no primeiro dia já chamaram minha filha Jennifer para cantar e também meu esposo e apesar da insegurança nos sentimos em casa. Na hora do batismo realizado neste dia vi algo que nunca achei que veria: Vi meu esposo chorar, coisa que há 10 anos juntos nunca havia visto. O irmão Hélio nos ajudou a compreender acerca do falso dom de profecia. Aprofundamos os estudos e vimos que ele tinha razão. Nada mais nos prendia a IASD. A Priscila também saiu junto com o esposo e com sua mãe. Eles enfrentaram muitas criticas principalmente ela que não pode andar. Mas estamos felizes por fazer a vontade de Deus. 

 

A verdade tem sido aclarada a nós a cada dia e diante de tais verdades nossa decisão não podia ser outra. Nos batizamos no dia 09/02/08, mas desta vez como a própria Bíblia oriente, ou seja, em nome de Jesus. Nossa maior tristeza hoje é ver pessoas sinceras sendo enganadas por confiarem em homens como eu fiz durante 9 anos. Mas Deus é maravilhoso e irá iluminar o caminho destas pessoas assim como iluminou o meu e o de minha família que são vocês da ICBA (os que fazem a vontade do Pai que está nos céus). Temos partilhado esta verdade com muitas pessoas inclusive alguns ex-membros da IASD entre elas uma família de Embu-Guaçu que frequentavam a IASD conosco no Jardim Ipê e aceitaram prontamente a mensagem , inclusive doaram um terreno para a construção de uma igrejinha na região.


DEUS SEJA SEMPRE LOUVADO E NOS CONDUZA CADA DIA MAIS AS SUAS VERDADES.

 


Igreja Cristã Bíblica Adventista

Rua Manuel Pires Maciel, 115 - São Paulo - SP - CEP:08310-610

Telefone: (11) 2015-6771 - email: contato@igrejacrista.com