Imprimir Imprimir

Não Conheço o Senhor

h-um minuto com deus
“Mas Faraó respondeu: Quem é o Senhor, para que eu ouça a sua voz para deixar ir Israel? Não conheço o Senhor, nem tampouco deixarei ir Israel.” – Êxodo 5:2.

Ontem discorremos sobre a compreensão que os brasileiros têm a respeito de Deus. Vimos que embora aproximadamente 95% dos brasileiros crêem em Deus, sua crença não corresponde ao que Deus é de fato. Muitos não acreditam que Deus seja justo e muitos não acreditam que Ele seja amor. O que ocorre é que as pessoas infelizmente não conhecem a Deus. Crêem que existe um ser ou uma força superior, mas não sabem quem ou o que ela é.

O desconhecimento de Deus e do seu caráter é algo ruim para a vida espiritual. Quando passamos a conhecer a Deus, seus princípios, sua forma de agir, seu amor, sua justiça, passamos também a imitá-lo e somos transformados a sua semelhança.

O verso de hoje mostra que a falta de conhecimento de Deus leva a pessoa à desobediência e consequentemente à destruição. Faraó, o rei do Egito, considerava-se um deus para os egípcios e, portanto, desconsiderava qualquer outro deus. Ao receber a ordem através de Moisés para deixar o povo de Israel ir embora do Egito, Faraó teve o seu coração endurecido e desobedeceu a ordem do único Deus verdadeiro.

O desconhecimento de Deus não é desculpa para a desobediência. Através de várias fontes temos evidências suficientes sobre Deus, seu amor e justiça. Estes atributos de Deus estão explícitos em sua criação, em Sua Palavra e também nos são revelados pelo seu santo Espírito.

O conhecimento de Deus é o primeiro passo para a obediência. Procure conhecê-lO melhor hoje e siga seus conselhos e determinações.

Oração: Poderoso Pai. Hoje quero ser um filho obediente. Sei que apenas a obediência pode me livrar da destruição. Não quero ser como Faraó alegando desconhecimento para desobedecer e finalmente ser destruído. Quero me submeter a ti, ó Pai. Habite no meu coração. Ensina-me a respeito de ti e do teu caráter. É o que te peço em nome de Jesus. Amém.

Deixe um Comentário