Imprimir Imprimir

Amor Eterno

h-um minuto com deus
“Há muito que o Senhor nos apareceu, dizendo: Pois que com amor eterno te amei, também com benignidade te atraí.” – Jeremias 31:3.

“Você quer saber de uma coisa? Com toda sinceridade? No início eu te amava, te amava mesmo. Faria e fiz tudo por você. Você sabe disso. Mas depois de tudo que aconteceu devo te confessar que não sinto absolutamente mais nada por você. É isso mesmo. Eu não te amo mais e acho impossível reverter esta situação”.

Que duro discurso! Ele deixa transparecer um coração ferido, talvez injustiçado ou, simplesmente, ignorado. Um coração que após tanto sofrimento fica cauterizado e perde sua capacidade de amar. Como seres humanos já estamos acostumados com a instabilidade e fraqueza do coração humano.

Nosso grande problema é imaginar que o coração de Deus é tão frágil quanto o nosso. O contexto do verso de hoje fala sobre a rebeldia do povo de Deus. Ao se afastarem do Senhor, os israelitas cometeram todos os tipos de abominações: idolatria, injustiças contra o homem e contra Deus. É exatamente neste contexto que o Senhor faz uma declaração de amor eterno ao seu povo.

Nosso pecados e falhas podem fazer com que muitas pessoas deixem de nos amar, mas jamais apagarão o amor eterno que o Senhor tem por nós. Amigo. Você é um pecador, esteja você consciente deste fato ou não. De qualquer maneira deve saber que apesar de tudo o Senhor te ama e sempre te amará. É este amor eterno e incondicional que nos atrai a Ele e nos transforma.

Oração: Amado Pai. Obrigado por seu amor incondicional e eterno. Eu não me sinto digno de ser objeto de um amor indescritível. Diante disso meu único desejo é louvá-lo e adorá-lo cada vez mais. Como o Senhor pode me amar eternamente? Como pôde fazer o que fez por mim? Amado Deus. Quero viver sempre na tua presença. Quero ter sempre um cântico de louvor no meu coração. Quero reconhecê-lo como o Senhor e Salvador da minha vida. Amém.