Imprimir Imprimir

Desprezando o Alerta

h-um minuto com deus
“Tendo saído Ló, falou com seus genros, que haviam de casar com suas filhas, e disse-lhes: Levantai-vos, saí deste lugar, porque o Senhor há de destruir a cidade. Mas ele pareceu aos seus genros como quem estava zombando.” – Gênesis 19:14.

A cidade de Sodoma estava para ser destruída. O momento era de tensão. Os dois anjos enviados por Deus para destruir a cidade já tinham convencido a Ló de que ele deveria sair da cidade. Este, tentando convencer seus genros, não obteve sucesso. Os rapazes acharam que Ló estava gracejando. Infelizmente resolveram desprezar o alerta e perderam a vida.

Ao longo de nossa vida recebemos muitos alertas, sinais que indicam a proximidade de algo que exigirá nossa atenção e ação. O som de uma buzina de automóvel pode ser um alerta para um pedestre, mas muitos se aborrecem quando ouvem uma buzina bem de perto. Uma dor de cabeça e um mal estar também podem servir de alerta, mas são poucos que veem real valor numa dor ou mal estar. Podemos responder de várias formas diante de um alerta: podemos agir imediatamente, ficar atento para agir a qualquer momento, reclamar do alerta ou simplesmente ignorá-lo.

Quando o assunto é nossa vida espiritual não podemos nos dar ao luxo de ignorar os alertas de Deus ou postergar nossa ação. Deus de muitas formas nos mostra o que precisa ser feito em nossa vida, mas temos sido relaxados na consideração que damos aos alertas de Deus. Às vezes entramos numa situação que prejudica nossa vida espiritual, uma cadeia de circunstâncias envolvente da qual é difícil ser libertado. Neste momento o Senhor nos chama para fora e diz: “Levantai-vos, saí deste lugar, saí desta situação” e juntamente com o alerta Ele nos oferece o livramento. No entanto, é necessária uma ação positiva de nossa parte. Vamos considerar com atenção o alerta de Deus e agir em conformidade com Sua suprema vontade. Nossa salvação depende disso.

Oração: Deus de vida e de paz. Hoje quero colocar meus ouvidos e minha vida sintonizados a Sua vontade. Quero atender seus alertas e desejo agir em conformidade com Suas recomendações. Da forma como tenho conduzido minha vida não posso agradá-lo completamente. Quero a cada dia morrer para mim mesmo e viver para ti. Ajuda-me a estar atento a suas orientações e ter força para colocá-las em prática. É o que te peço em nome de Jesus. Amém.