Imprimir Imprimir

Uma Criança na Guerra

h-um minuto com deus
“Pois não é contra carne e sangue que temos que lutar, mas sim contra os principados, contra as potestades, conta os príncipes do mundo destas trevas, contra as hostes espirituais da iniqüidade nas regiões celestes.” – Efésios 6:12.

A seguinte notícia foi publicada em Abril de 2007 pela agência Reuters:

Exército alemão recruta bebê de 4 semanas – BERLIM (Reuters) – O Exército alemão enviou uma carta de convocação a um bebê de quatro semanas chamado Lucio, exigindo que ele se apresentasse nos próximos 10 dias. Mais tarde o erro foi reconhecido. Um porta-voz do Exército disse que a carta foi enviada por erro porque um escrevente digitou errado a data de nascimento do menino de Aubstadt, no sul da Alemanha. “Foi um acidente”, disse o porta-voz à Reuters. “Alguém digitou o número errado no computador. Não houve prejuízo. Percebemos o erro no mesmo dia e ligamos para a família para dizer que jogassem a carta fora quando ela chegasse”.

Imagine um bebê de 4 semanas indo para a guerra. Ele teria condições de lutar? É claro que não! Por que não? Simples. Porque para lutarmos numa guerra temos que ter força e só conseguimos força depois de muito tempo de amadurecimento e boa alimentação.

Na vida espiritual há muitos cristãos sofrendo derrotas sucessivas porque são crianças espirituais, imaturos e sem a devida alimentação. As crianças espirituais são os cristãos que vivem segundo as forças da carne. O apóstolo Paulo diz o seguinte sobre estes cristãos: “E eu, irmãos não vos pude falar como a espirituais, mas como a carnais, como a criancinhas em Cristo. Leite vos dei por alimento, e não comida sólida, porque não a podíeis suportar; nem ainda agora podeis; porquanto ainda sois carnais; pois, havendo entre vós inveja e contendas, não sois porventura carnais, e não estais andando segundo os homens?” (I Coríntios 3:1-3)

Amigo. Se você se sente uma criança espiritualmente falando, um cristão carnal, é hora de buscar o alimento que te dará amadurecimento. Busque o Senhor hoje. Sua Palavra é o alimento. Passe tempo com ele e você será vitorioso na batalha contra o pecado.

Oração: Pai poderoso e forte nas batalhas, Senhor dos Exércitos. Eu te louvo por teu poder e força, também pela vida que nos deu através de Cristo Jesus. Quero ser forte nas batalhas. Ajuda-me. Dá-me o pão de hoje, o pão que vem dos céus. Quero ser um cristão amadurecido e forte na batalha. Habite comigo hoje e sempre. É o que te peço em nome de Jesus. Amém.