Imprimir Imprimir

Orando Pelos Nossos Acusadores

h-um minuto com deus
“Mudou o Senhor a sorte de Jó, quando este orava por seus amigos, e deu o Senhor a Jó o dobro de tudo o que antes possuíra.” – Jó 42:10.

Jó foi um homem que tinha uma linda família, muitas posses e influência em sua época. Além disso era íntegro e reto, temia a Deus e se desviava do mal (Jó 1:1; 2:3). Até que um dia Satanás conseguiu a permissão de Deus para prová-lo. Jó perdeu muitas coisas: suas posses, filhos, saúde e o apoio de sua esposa. Mas ele não perdeu o principal: sua fé. Diante de sua desventura, três amigos vieram visitá-lo. Em vez de confortarem a Jó, estes amigos tentavam convencê-lo de que ele estava sendo amaldiçoado por ter cometido algum pecado. Ao longo de muitos dias estes amigos ficaram acusando Jó de pecados que estes não sabiam exatamente quais eram. Jó tentava se defender e alegava inocência. No final do livro de Jó, Deus se manifesta reprovando a atitude dos amigos de Jó e afirmando que Ele tem suas razões para agir, razões que nem sempre podem ser compreendidas pelo homem.

O ponto que desejo destacar deste episódio está no último capítulo do livro de Jó. Apesar de ter sido acusado injustamente pelos seus três companheiros, Jó ora por eles. Leia novamente o verso de hoje. No momento em que Jó orava por aqueles que o tinham acusado, sua história e destino começa a mudar.

Muitos de nós temos ao nosso redor pessoas que nos acusam injustamente. Eventualmente tais acusações podem macular nossa reputação diante dos homens, mas não podem mudar a forma como Deus nos considera e nos julga. Bem faríamos se agíssemos como Jó, orando pelos que nos acusam. Assim como fez com Jó, Deus ricamente nos abençoaria se orássemos por nossos inimigos como o Filho de Deus orou: “Pai perdoa-lhes porque não sabem o que fazem”.

Que o Senhor Deus lhe dê forças para orar por aqueles que te acusam. Que ricas bênçãos caiam sobre sua vida diante desta atitude cristã.

Oração: Amado Pai. O Senhor sabe quantas vezes tenho sido acusado injustamente. O Senhor conhece o meu coração, conhece minhas verdadeiras intenções. Quero lhe pedir, meu Deus, que abençoe e perdoe aquelas pessoas que têm me acusado injustamente. Que elas possam receber o colírio do Espírito Santo e que seus olhos possam ser abertos para compreender a verdade. Não lhes imputes este pecado, mas tenha misericórdia delas. Em nome de Jesus eu te peço. Amém.