Imprimir Imprimir

Ele Não os Repreendeu

h-um minuto com deus
“Pois já lhe disse que julgarei sua casa para sempre, pela iniquidade que ele bem conhecia; seus filhos se fizeram execráveis, e ele não os repreendeu.” – I Samuel 3:13.

Eli foi um homem de Deus, um sacerdote que se dedicou à obra do Senhor. No entanto, sua falha na educação de seus filhos trouxe prejuízo incalculável para sua família, para seu povo e para sua vida.

Os filhos de Eli, também sacerdotes, cometiam graves pecados no exercício de suas funções sacerdotais. Os adoradores traziam suas ofertas para o santuário e os filhos de Eli usavam a posição e autoridade de líderes religiosos para fazer o que bem entendiam com a oferta. Isto desagradava o adorador e principalmente a Deus.

“Mas, antes mesmo de a gordura ser tirada da carne e queimada, os filhos de Eli mandavam que o ajudante do sacerdote fosse e dissesse a quem estava oferecendo o sacrifício: “Me entregue um pedaço de carne para o sacerdote assar. Ele não vai aceitar de você carne cozida, mas só carne crua.” E, se o homem respondia: “Deixe que a gordura queime primeiro, depois você pode tirar o que quiser”, o ajudante do sacerdote dizia: “Não. Entregue logo essa carne. Se não, eu a tomarei à força.” – I Samuel 2:15-16.

O verso seguinte diz que “para o SENHOR o pecado desses moços era muito grave.” (verso 17)

Muitos homens e mulheres fiéis a Deus, assim como Eli, têm uma vida de dedicação à obra de Deus, mas falham na educação dos filhos. Têm dificuldades em repreendê-los e tal atitude muitas vezes omissa pode atrapalhar e anular toda a boa obra feita por estes homens de Deus. O fim da história de Eli foi muito triste: Devido ao pecado de seus filhos Deus retirou sua proteção do povo de Israel que acabou por sucumbir diante de um povo inimigo. Ao receber a notícia da derrota do povo e da tomada da arca pelos filisteus, Eli caiu de sua cadeira e como era homem muito gordo acabou morrendo.

Que não sejamos omissos e descuidados com os nossos filhos, mas que quando Deus nos perguntar a respeito deles possamos dizer “eis-me aqui Senhor, com os filhos que tu me deste”.

Oração: Pai. Só o Senhor sabe como é difícil educar e repreender os filhos. Não permita meu Deus que meu amor por meus filhos se transforme em conivência. Que a disciplina e repreensão motivadas pelo amor sejam constantes em nosso relacionamento. Peço que o Senhor também, como Pai e Mestre, me ofereça sua disciplina e repreensão quando necessário. É o que te peço em nome de Jesus. Amém.